Cascais e Estoril: o destino ideal para viver uma semana, um mês ou a vida inteira
12 Aug, 2022 Última Actualização 11:55 AM, 8 Aug, 2022

Cascais e Estoril: o destino ideal para viver uma semana, um mês ou a vida inteira

 

Pedro Morais Soares foi eleito em 2009 presidente da Junta de Freguesia de Cascais, e é desde 2013, o rosto máximo da União das Freguesias de Cascais e Estoril. Desde cedo interessado pelo associativismo, cedo também iniciou a sua participação política.

Há nove anos a gerir os destinos de duas freguesias histórias, o balanço esse, é positivo. Foram várias as áreas onde se destacou, como o setor social, segurança e educação, mas realça o ambiente com uma série de projetos pioneiros. Já muito trabalho foi desenvolvido, mas aqui há sempre mais e melhor a fazer por Cascais e Estoril.

O processo da união de duas freguesias históricas foi, até agora, o momento de maior dificuldade nos seus mandatos. O desafio pode ser grande, mas onde todos remam para o mesmo lado, o caminho torna-se mais fácil. Ciente da dificuldade de manter uma relação de proximidade com a população, quando comparado com meios mais pequenos e rurais, Pedro Morais Soares olha para o desafio como algo a superar.

A aposta no turismo está a ter os seus resultados. Hoje, Cascais e Estoril apresentam valores de ocupação pré-pandemia. E não faltam pontos de atração turística ao longo de todo o ano. Cascais e Estoril tem-se assumido como um destino preferencial para muitos dos emigrantes que querem regressar a Portugal e procuram um local com bom clima, boa gastronomia e segurança. Cascais e Estoril, o destino ideal para viver uma semana, um mês ou a vida inteira.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com a exposição temporária "Antestreia"

 

O Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com uma exposição temporária intitulada “Antestreia”, dedicada à artista e com a curadoria de António Ponte. O Museu Carmen Miranda encontrava-se encerrado para obras de requalificação e ampliação.

Ler notícia

Quinta de Santoinho celebrou os 50 anos de existência com grande festa para o público

 

Festa e arraial minhoto: é assim há 50 anos. A Quinta do Santoinho está de portas abertas desde 1972. O Santoinho nasceu pelas mãos de António Cunha, empreendedor no setor do turismo e transportes, ao sentir a necessidade de englobar num só espaço as vivências e a cultura do Minho.

Ler notícia

Arte para todos os gostos: as opções da Feira Nacional de Artesanato, em Vila do Conde

 

Os jardins da Avenida Júlio Graça, em Vila do Conde, voltaram a encher-se de artesanato. É aqui que decorre a 44ª edição da Feira Nacional de Artesanato. Das rendas de bilros, a feira foi abrindo portas a outros artesãos. Hoje, são cerca de 200 expositores, com artesãos de todo o país, que mostram o que de melhor fazem, com diferentes matérias-primas.

Ler notícia