Comemorações do 104º aniversário da Batalha de La Lys tiveram lugar em Richebourg e La Couture
12 Aug, 2022 Última Actualização 11:55 AM, 8 Aug, 2022

Comemorações do 104º aniversário da Batalha de La Lys tiveram lugar em Richebourg e La Couture

 

As cerimónias de comemoração do 104º aniversário da Batalha de La Lys decorreram em Richebourg, no Cemitério Militar Português, e em La Couture, junto ao monumento aos Mortos da Primeira Guerra Mundial. As cerimónias foram presididas pelo Embaixador de Portugal em França, Jorge Torres Pereira, em representação do Estado Português, tendo sido acompanhado pelo Chefe do Estado-Maior e o General das Forças Armadas, o Almirante António Silva Ribeiro.

Estiveram também outras autoridades militares, políticas e religiosas. Em Richebourg e La Couture as cerimónias contaram com a intervenção do Embaixador Jorge Torres Pereira e de várias outras autoridades. Fez parte do momento a entoação dos dois hinos nacionais – português e francês – seguindo-se a colocação de coroas de flores e condecorações.

O Embaixador Jorge Torres Pereira, na sua intervenção, exaltou aqueles que participaram na Batalha de La Lys, que são merecedores de toda a honra pelo sacrifício máximo que fizeram pela paz. Para o Chefe de Estado-Maior e General das Forças Armadas, o Almirante António Silva Ribeiro salientou que a paz é um bem muito frágil e que precisa se ser cultivada.

José Marques é o presidente da Associação Portuguesa de Richebourg, responsável pelas comemorações de Batalha de La Lys e para o qual tem um importante significado. Pela ocasião do aniversario da Batalha de La Lys, o município português de Murça esteve representado pelo seu presidente de câmara, Mário Artur Lopes, que aproveitou o momento para estreitar laços com a cidade de La Couture.

Também presente na cerimónia esteve o neto do Soldado Milhões, militar mais condecorado de sempre e que participou na Primeira Guerra Mundial. Ficou conhecido pela sua coragem, ao enfrentar sozinho as colunas alemãs que se atravessaram no seu caminho, e que permitiu a retirada de vários soldados portugueses e ingleses para as posições defensivas da retaguarda. Este ano, as cerimónias da Batalha de La Lys contaram uma novidade: a inauguração de um Jardim Português em Richebourg. Este projeto teve toque português, tendo sido feito pelas mãos do arquiteto Ricardo Gomes, do atelier KWY.studio, em colaboração com os Baldios, Arquitetos Paisagistas.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com a exposição temporária "Antestreia"

 

O Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com uma exposição temporária intitulada “Antestreia”, dedicada à artista e com a curadoria de António Ponte. O Museu Carmen Miranda encontrava-se encerrado para obras de requalificação e ampliação.

Ler notícia

Quinta de Santoinho celebrou os 50 anos de existência com grande festa para o público

 

Festa e arraial minhoto: é assim há 50 anos. A Quinta do Santoinho está de portas abertas desde 1972. O Santoinho nasceu pelas mãos de António Cunha, empreendedor no setor do turismo e transportes, ao sentir a necessidade de englobar num só espaço as vivências e a cultura do Minho.

Ler notícia

Arte para todos os gostos: as opções da Feira Nacional de Artesanato, em Vila do Conde

 

Os jardins da Avenida Júlio Graça, em Vila do Conde, voltaram a encher-se de artesanato. É aqui que decorre a 44ª edição da Feira Nacional de Artesanato. Das rendas de bilros, a feira foi abrindo portas a outros artesãos. Hoje, são cerca de 200 expositores, com artesãos de todo o país, que mostram o que de melhor fazem, com diferentes matérias-primas.

Ler notícia