Uma dupla de arquitetas que valoriza as pessoas
12 Aug, 2022 Última Actualização 11:55 AM, 8 Aug, 2022

Uma dupla de arquitetas que valoriza as pessoas

Joana Marcelino e Rita Coutinho são o reflexo de um estúdio que privilegia as pessoas. O que é que têm em comum? São mulheres, arquitetas e mães. Funções que desempenham com destaque, no entanto, é sobre arquitetura que hoje vamos falar. O Studio Joana Marcelino é uma fonte de inspiração para as duas profissionais, que projetam os seus trabalhos combinando valores próprios.

Como o próprio nome indica, foi pelas mãos de Joana que o espaço multiplidisciplinar abriu. Quis o destino que, anos mais tarde, Rita se juntasse à fundadora, em Dezembro do ano passado, e assim novos conceitos ganham vida. Joana Marcelino conta-nos que no mesmo prédio onde tem o negócio, tem também a sua habitação. Tudo isto,  em Leiria. 

Da arquitetura à arte, do design à moda, a relação é muito próxima quando se trabalha com o Studio Joana Marcelino. Desenvolvem projetos residenciais, industriais ou comerciais. No entanto, é na área da habitação que têm estado mais focadas. Ao cliente entregam a sua arte e ainda permitem que o mesmo acompanhe todo o processo em 3d. 

Desde a Pedra à Madeira, ou do Vidro à Terracota, estes produtos têm uma palavra a dizer a nível nacional. No Studio Joana Marcelino, os materiais portugueses, assim como artesãos e especialistas, ganham definição e viajam para projetos internacionais. 

Consideram-se duas forças da natureza e os seus currículos falam por si. Entre outros tantos projetos realizados, chega o momento de perguntar às intervenientes que trabalhos ficam na memória. Joana fala da intervenção em dois Postos da BP, em Leiria, já a sua homóloga aponta para a participação em clínicas médicas.

Entre viagens ao quarto andar e o rés do chão do prédio de Joana, a criadora desenvolveu um novo projeto, em 2020, que envolve flores e cerâmica. 

A natureza desta conversa termina aqui, e com base nas pessoas que entrevistamos, partimos de Leiria com uma história que proporciona uma arquitetura repleta de emoções. 



Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com a exposição temporária "Antestreia"

 

O Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com uma exposição temporária intitulada “Antestreia”, dedicada à artista e com a curadoria de António Ponte. O Museu Carmen Miranda encontrava-se encerrado para obras de requalificação e ampliação.

Ler notícia

Quinta de Santoinho celebrou os 50 anos de existência com grande festa para o público

 

Festa e arraial minhoto: é assim há 50 anos. A Quinta do Santoinho está de portas abertas desde 1972. O Santoinho nasceu pelas mãos de António Cunha, empreendedor no setor do turismo e transportes, ao sentir a necessidade de englobar num só espaço as vivências e a cultura do Minho.

Ler notícia

Arte para todos os gostos: as opções da Feira Nacional de Artesanato, em Vila do Conde

 

Os jardins da Avenida Júlio Graça, em Vila do Conde, voltaram a encher-se de artesanato. É aqui que decorre a 44ª edição da Feira Nacional de Artesanato. Das rendas de bilros, a feira foi abrindo portas a outros artesãos. Hoje, são cerca de 200 expositores, com artesãos de todo o país, que mostram o que de melhor fazem, com diferentes matérias-primas.

Ler notícia