Em Viana do Castelo, restaurante Camelo é porta aberta para a boa gastronomia tradicional portuguesa
03 Aug, 2021 Última Actualização 10:40 AM, 3 Aug, 2021

Em Viana do Castelo, restaurante Camelo é porta aberta para a boa gastronomia tradicional portuguesa

 

Numa casa avarandada com alvenarias e ferros forjados e uma escadaria com trepadeiras, entra-se no Restaurante Camelo, em Portuzelo, a cinco quilómetros de Viana do Castelo. O nome, esse, vem do seu fundador: António Camelo. Foi emigrante em Versailles, durante um curto período de tempo, mas ainda a tempo de deixar o seu nome escrito na história da gastronomia minhota.

Este edifício situado em Santa Marta de Portuzelo é também residência da família Camelo cujos últimos abencerragens andaram pelos caminhos de Santiago de “armas velhas” com três vieiras e uma cabeça e pescoço de camelo na sua cor, e “armas novas” a partir de 1576, dadas por D. Sebastião, com ribeira ondulada de prata, dois braços de mãos dadas, flor de lis e um abraço em pala elevando uma estrela de ouro.

Depois de um curto período em França, os camelos actuais não se deram pelo estranja e regressaram a Santa Marta. António Camelo dava assim início a um projeto que se tornou uma referência a nível nacional. Não há quem não conheça o restaurante Camelo, local por onde já passaram míticas personalidades portuguesas.

Em mais de 30 anos fizeram obra: 150 lugares na sala principal, 200 lugares na sala Jorge Amado e 400 lugares ao ar livre na eira e anexos agora mais aprazíveis com uma latada de vinho loureiro e 300 lugares no salão de festas, todos na casa mãe do Restaurante Camelo. Ficou agora ainda mais enriquecido com a colocação de uma tenda oriental que faz as delicias dos noivos para as bodas de casamento e com capacidade para 1000 pessoas.

No que aos pratos diz respeito, no Camelo reina a cozinha tradicional portuguesa. Dia de festa no segundo Domingo de cada mês com romeiros fieis e devotos do cozido à camelo. O Camelo é também ponto de referência para os emigrantes portugueses. Para além da boa comida, aqui é possível matar saudades das tradições portuguesas. Não perca a oportunidade, e visite o restaurante Camelo.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

'Descubra e viva uma experiência': CIM Douro cria passaporte para impulsionar turismo

 

O Museu do Douro, no Peso da Régua, serviu de pano de fundo para a apresentação oficial do “Passaporte do Douro”. ‘Descubra e viva uma experiência’ foi o slogan atribuído a este projeto da Comunidade Intermunicipal do Douro. O principal objetivo desta iniciativa é impulsionar o turismo do Douro após um longo período de quase estagnação provocado pela pandemia da Covid-19.

Ler notícia

Berta Nunes recebeu emigrantes na fronteira de Vilar Formoso

 

A Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, à semelhança do ano passado, marcou presença na fronteira de Vilar Formoso, numa receção aos emigrantes, inserida numa campanha de sensibilização de segurança rodoviária.

Ler notícia

Recorde a última entrevista de Otelo Saraiva de Carvalho à Lusopress

 

Otelo Saraiva de Carvalho, militar e estratego do 25 de Abril de 1974, morreu hoje de madrugada aos 84 anos, no hospital militar, disse à Lusa Vasco Lourenço, presidente da Associação 25 de Abril.

Ler notícia