Museu do Côa: a descoberta da arte rupestre
04 Aug, 2021 Última Actualização 8:59 PM, 4 Aug, 2021

Museu do Côa: a descoberta da arte rupestre

 

Para entender como nasceu o Museu do Côa é preciso recuar até ao ano 1991.

Com o início da construção de uma barragem no rio Côa, há a descoberta das gravuras atribuídas ao paleolítico. O responsável técnico-científico do Museu do Côa e do Parque Arqueológico, o doutor Thierry Aubry, explicou à Lusopress o processo de criação do museu, que permite aos visitantes descobrir a arte rupestre dos vales do Côa e do Douro.

 O Museu do Côa não substitui a visita aos locais da arte rupestre, e permite sim entender e perceber quem fez esta arte , Thierry Aubry salientou ainda que o Museu do Côa está sempre aberto ao público, mas as visitas aos locais de arte rupestre apenas são realizadas através de reservas antecipadas.

Para o responsável técnico-científico do museu, o futuro do espaço irá renovar-se, mediante as descobertas científicas. No final, fica o convite para a visita a Região do Vale do Côa e do Douro, com uma passagem pelo Museu do Côa.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Sotaque à moda do Porto

 

Há quem diga que a pronúncia serve como uma espécie de GPS geográfico. Apontamos as coordenadas para a cidade do Porto e viajamos pelo sotaque mais carregado do norte. 

Ler notícia

'Descubra e viva uma experiência': CIM Douro cria passaporte para impulsionar turismo

 

O Museu do Douro, no Peso da Régua, serviu de pano de fundo para a apresentação oficial do “Passaporte do Douro”. ‘Descubra e viva uma experiência’ foi o slogan atribuído a este projeto da Comunidade Intermunicipal do Douro. O principal objetivo desta iniciativa é impulsionar o turismo do Douro após um longo período de quase estagnação provocado pela pandemia da Covid-19.

Ler notícia

Berta Nunes recebeu emigrantes na fronteira de Vilar Formoso

 

A Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, à semelhança do ano passado, marcou presença na fronteira de Vilar Formoso, numa receção aos emigrantes, inserida numa campanha de sensibilização de segurança rodoviária.

Ler notícia