Portugal esteve fortemente representado na Seafood Expo, em Barcelona
12 Aug, 2022 Última Actualização 11:55 AM, 8 Aug, 2022

Portugal esteve fortemente representado na Seafood Expo, em Barcelona

 

O pescado português esteve novamente representado nas feiras internacionais presenciais, com o regresso da Seafood Expo, o principal certame do setor a nível internacional que, este ano, se mudou de malas e bagagens para Barcelona.

Numa iniciativa da ALIF - Associação da Indústria Alimentar pelo Frio, Portugal contou com um pavilhão representado por duas dezenas de empresas nacionais, esta que foi a maior representação portuguesa de sempre. As empresas divulgaram os seus produtos, distribuídos pelas categorias dos frescos e congelados, e também o bacalhau.

A Seafood Expo é a mais importante feira de pescado e marisco, reunindo profissionais e clientes da indústria dos quatro cantos do mundo. Este ano foram mais de 1500 expositores de 76 países.

Barcelona é um importante destino internacional para eventos comerciais e um importante centro de frutos do mar na Europa. A decisão de transferir o evento para a cidade espanhola foi o resultado de uma extensa pesquisa de mercado com base no feedback dos expositores e participantes ao longo dos anos.

De Portugal até Barcelona seguiram produtos já bem conhecidos no panorama internacional, mas também algumas novidades. Na comitiva portuguesa seguiram também as entidades públicas responsáveis pela primeira venda de pescado fresco.

Com o objetivo de reforçar a posição dos Açores no mercado do pescado, a Lotaçor foi até Barcelona com uma parceira estratégica. São eventos como a Seafood Expo que permitem às empresas portuguesas aumentarem as suas exportações. Depois de dois anos de ausência devido à pandemia, durante três dias, a Fira de Barcelona foi palco da maior feira internacional de pescado e marisco, a Seafood Expo.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com a exposição temporária "Antestreia"

 

O Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com uma exposição temporária intitulada “Antestreia”, dedicada à artista e com a curadoria de António Ponte. O Museu Carmen Miranda encontrava-se encerrado para obras de requalificação e ampliação.

Ler notícia

Quinta de Santoinho celebrou os 50 anos de existência com grande festa para o público

 

Festa e arraial minhoto: é assim há 50 anos. A Quinta do Santoinho está de portas abertas desde 1972. O Santoinho nasceu pelas mãos de António Cunha, empreendedor no setor do turismo e transportes, ao sentir a necessidade de englobar num só espaço as vivências e a cultura do Minho.

Ler notícia

Arte para todos os gostos: as opções da Feira Nacional de Artesanato, em Vila do Conde

 

Os jardins da Avenida Júlio Graça, em Vila do Conde, voltaram a encher-se de artesanato. É aqui que decorre a 44ª edição da Feira Nacional de Artesanato. Das rendas de bilros, a feira foi abrindo portas a outros artesãos. Hoje, são cerca de 200 expositores, com artesãos de todo o país, que mostram o que de melhor fazem, com diferentes matérias-primas.

Ler notícia