Ande pelas ruas de Barcelos e descubra as criações artísticas de Técinka, um artista parisiense
17 Jan, 2022 Última Actualização 10:16 AM, 14 Jan, 2022

Ande pelas ruas de Barcelos e descubra as criações artísticas de Técinka, um artista parisiense

 

Formado pela Escola de Design Gráfico, em França, Técinka sempre foi um admirador de arte. Descobriu a arte de rua há cerca de 5 anos graças a artistas parisienses como Invader, C215 e Le Diamantaire. Tendo praticado vários campos artísticos durante alguns anos (desenho, graffiti, moldagem, corte de madeira…), acabou por se dedicar aos mosaicos.

Este meio torna-se muito interessante porque quanto menos ladrilhos são usados, mais difícil é criar uma forma detalhada. Cada design de peça torna-se um desafio e estimula a criatividade. Vendo a tristeza das pessoas por causa da COVID-19, Técinka queria fazer algo para fazê-las sorrir novamente. Especializou-se em corações em mosaico para partilhar a felicidade nas ruas e agora define-se como um “Coração de Rua”.

O projeto não leva nenhuma mensagem política, apenas felicidade. Algumas das suas instalações levam emblemas, monumentos ou as cores das cidades onde são instalados. Isso permite um melhor acompanhamento da paisagem urbana. O objetivo é sempre o mesmo: sorrir para quem passa. Na maioria das vezes, instala corações sem autorização, por isso Técinka tem que ser rápido e discreto.

Por outro lado, quando a instalação se revela difícil, procura os proprietários das instalações para obter a sua concordância para a instalação legal de um mosaico. Não considero o seu trabalho como vandalismo. O objetivo é bem o contrário, completar a rua, levar arte para todos, de graça. Agora já pode andar pelas ruas de Barcelos e encontrar mosaicos de Técinka.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Próxima paragem: Museu Nacional Ferroviário, Entroncamento - Parte 2

Sejam bem-vindos à segunda parte, e última, da conversa com Maria Teixeira, responsável pelo Museu Nacional Ferroviário do Entroncamento. Aqui o aviso repete-se e pedimos especial atenção aos comboios.
Ler notícia

Próxima paragem: Museu Nacional Ferroviário, Entroncamento - Parte 1

Eis que surge o Primeiro Bilhete de Comboio. Uma frase que literalmente regenerou os caminhos de ferro em Portugal. Uma miniatura de uma locomotiva a vapor e um comboio bem real, onde estão os aposentos da Rainha D.Maria Pia. Partindo dos primórdios dos caminhos de ferro, em 1856, há toda uma história para contar até à atualidade. Por isso, pare, escute e olhe, porque existem muitos comboios a circular. 

Ler notícia

Desde 1995, a Impacto Verde é uma referência na mediação imobiliária e um parceiro dos seus clientes

 

Pedro Lopes é o rosto e o pilar da afirmação da Impacto Verde no mercado. Entrou no mundo da mediação imobiliária em 1995 e, desde então, nunca mais parou. O arrendamento tem sido uma das grandes apostas da Impacto Verde ao longo dos anos.

Ler notícia

 

Estúdio e Redação

  • 19 Avenue James de Rothschild 77164 Ferrieres-en-Brie França
  • 0033 6 18 44 74 55
 

Subscreva a nossa Newsletter