Crescimento de Montévrain com aposta na cultura tem sotaque português
10 Aug, 2022 Última Actualização 11:55 AM, 8 Aug, 2022

Crescimento de Montévrain com aposta na cultura tem sotaque português

 

O Município de Montévrain vai, num curto espaço de tempo, ganhar uma nova vida cultural. Foi apresentada a nova sala de espetáculos Millesime, que abrirá portas em Maio de 2019. A construção e gestão do empreendimento está a cargo da SEMM, uma empresa municipal. Qualquer pessoa poderá alugar a sala para a realização de espectáculos.
 
O teatro está localizado ao lado da Residence Delphine, um empreendimento de 166 apartamentos, que irão estar concluídos em Setembro de 2019. A ArchiFrance é a empresa à frente da obra, e os seus responsáveis são portugueses. A vila de Montévrain está a crescer exponencialmente, e foi realizado um almoço convívio onde se apresentou a sala de espetáculos e onde se celebrou as parcerias positivas que o Município francês tem estabelecido com várias empresas, que empregam centenas de portugueses.
 
De destacar ainda que no início de 2019 arranca um novo projecto, uma residência para pessoas idosas, também localizado nas imediações da sala de espectáculos. A construção deste projecto está a cargo do Groupe Saint-Germain e a sua gestão ficará nas mãos da SEMM. Aqui, são vários os portugueses que diariamente trabalham no crescimento da cidade de Montévrain.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com a exposição temporária "Antestreia"

 

O Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com uma exposição temporária intitulada “Antestreia”, dedicada à artista e com a curadoria de António Ponte. O Museu Carmen Miranda encontrava-se encerrado para obras de requalificação e ampliação.

Ler notícia

Quinta de Santoinho celebrou os 50 anos de existência com grande festa para o público

 

Festa e arraial minhoto: é assim há 50 anos. A Quinta do Santoinho está de portas abertas desde 1972. O Santoinho nasceu pelas mãos de António Cunha, empreendedor no setor do turismo e transportes, ao sentir a necessidade de englobar num só espaço as vivências e a cultura do Minho.

Ler notícia

Arte para todos os gostos: as opções da Feira Nacional de Artesanato, em Vila do Conde

 

Os jardins da Avenida Júlio Graça, em Vila do Conde, voltaram a encher-se de artesanato. É aqui que decorre a 44ª edição da Feira Nacional de Artesanato. Das rendas de bilros, a feira foi abrindo portas a outros artesãos. Hoje, são cerca de 200 expositores, com artesãos de todo o país, que mostram o que de melhor fazem, com diferentes matérias-primas.

Ler notícia