Portugueses de Valor 2022: Nomeado Pedro Morais Soares
12 Aug, 2022 Última Actualização 11:55 AM, 8 Aug, 2022

Portugueses de Valor 2022: Nomeado Pedro Morais Soares

 

Pedro Morais Soares nasceu em 1977 e sempre residiu no concelho de Cascais. Memórias de infância tem da praia, dos amigos, da família e do futebol. Tirou uma licenciatura em Relações Internacionais, depois em Direito, ambas em período pós-laboral.

Trabalhava na restauração de dia. Desde que se formou, esteve na vereação da câmara de Cascais e depois foi presidente de Junta de Freguesia de Cascais e Estoril, cargo que ocupa atualmente. Foi também deputado na Assembleia da República em duas legislaturas e foi Secretário-Geral do CDS.

Sempre gostou de viajar, tem o sonho de ir à Argentina e Austrália. Sonha poder ajudar na parte humanitária fora de Portugal, especialmente em África, nos Países de Língua Oficial Portuguesa. Partilha e ajuda ao próximo são duas das suas máximas de vida. Tem a preocupação de, no dia a dia, procurar encontrar e ajudar aqueles que passam por mais dificuldades.

Esteve desde sempre ligado ao mundo associativo, faz parte da Associação São Francisco de Assis e da Associação Nacional de Freguesias. Fez também parte dos principais clubes da freguesia de Cascais como atleta e dirigente. Para si, ser português é ter orgulho na história. “Somos dos estados nação mais antigos da Europa e é um orgulho fazer parte de algo extraordinário que os nossos antepassados construíram e ajudaram a criar uma nação que não há igual no mundo, somos e seremos sempre os melhores”.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com a exposição temporária "Antestreia"

 

O Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com uma exposição temporária intitulada “Antestreia”, dedicada à artista e com a curadoria de António Ponte. O Museu Carmen Miranda encontrava-se encerrado para obras de requalificação e ampliação.

Ler notícia

Quinta de Santoinho celebrou os 50 anos de existência com grande festa para o público

 

Festa e arraial minhoto: é assim há 50 anos. A Quinta do Santoinho está de portas abertas desde 1972. O Santoinho nasceu pelas mãos de António Cunha, empreendedor no setor do turismo e transportes, ao sentir a necessidade de englobar num só espaço as vivências e a cultura do Minho.

Ler notícia

Arte para todos os gostos: as opções da Feira Nacional de Artesanato, em Vila do Conde

 

Os jardins da Avenida Júlio Graça, em Vila do Conde, voltaram a encher-se de artesanato. É aqui que decorre a 44ª edição da Feira Nacional de Artesanato. Das rendas de bilros, a feira foi abrindo portas a outros artesãos. Hoje, são cerca de 200 expositores, com artesãos de todo o país, que mostram o que de melhor fazem, com diferentes matérias-primas.

Ler notícia