Portugueses de Valor 2022: Nomeada Rita Coutinho
12 Aug, 2022 Última Actualização 11:55 AM, 8 Aug, 2022

Portugueses de Valor 2022: Nomeada Rita Coutinho

 

Rita Coutinho, arquiteta, é formada pela Universidade Lusíada do Porto, em 2003, pós-graduada em Conservação e Reabilitação de Edifícios Antigos, pela Universidade de Coimbra, em 2007. Tem uma vasta experiência quer no setor público, quer no privado, desde habitações unifamiliares, clínicas, empresas e indústrias.

Conta ainda com uma atitude social ativa, integrando a direção executiva da Ordem dos Arquitetos, em 2017, e desempenhando um papel ativo na vida política como Vereadora do Planeamento e Ordenamento do Território e Operações Urbanísticas do Município de Leiria, de 2017 a 2021.

Durante o seu percurso destaca o sentimento de dever cívico que a acompanha e que transporta para tudo o que faz, encarando os desafio que lhe vão sendo propostos, quer na vida política, quer nos projetos que lhe são solicitados, com uma atitude em prol de uma sociedade, de um cliente. "Faço-o para as pessoas".

Como arquiteta, acredita que se deve colocar paixão em tudo o que se faz, aliando todas as expressões artísticas ao serviço do Homem. "A arquitetura está em todas as coisas que nos rodeiam e servem. A arquitetura, como arte, alimenta-nos o espírito e dá-nos o conforto que precisamos”. Recentemente, associou-se à Joana Marcelino Studio, como partner, porque acredita que juntando forças se consegue fazer mais e melhor, como alguém disse "duas forças da natureza".

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com a exposição temporária "Antestreia"

 

O Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com uma exposição temporária intitulada “Antestreia”, dedicada à artista e com a curadoria de António Ponte. O Museu Carmen Miranda encontrava-se encerrado para obras de requalificação e ampliação.

Ler notícia

Quinta de Santoinho celebrou os 50 anos de existência com grande festa para o público

 

Festa e arraial minhoto: é assim há 50 anos. A Quinta do Santoinho está de portas abertas desde 1972. O Santoinho nasceu pelas mãos de António Cunha, empreendedor no setor do turismo e transportes, ao sentir a necessidade de englobar num só espaço as vivências e a cultura do Minho.

Ler notícia

Arte para todos os gostos: as opções da Feira Nacional de Artesanato, em Vila do Conde

 

Os jardins da Avenida Júlio Graça, em Vila do Conde, voltaram a encher-se de artesanato. É aqui que decorre a 44ª edição da Feira Nacional de Artesanato. Das rendas de bilros, a feira foi abrindo portas a outros artesãos. Hoje, são cerca de 200 expositores, com artesãos de todo o país, que mostram o que de melhor fazem, com diferentes matérias-primas.

Ler notícia