Portugueses de Valor 2022: Nomeado Mário da Ponte
12 Aug, 2022 Última Actualização 11:55 AM, 8 Aug, 2022

Portugueses de Valor 2022: Nomeado Mário da Ponte

 

Mário da Ponte nasceu na localidade de Caranguejeira, perto de Leiria. Chegou a França com 13 anos, mas levou na bagagem a vontade e a força de trabalhar e empreender. Aos 21 anos começou a sua carreira profissional na marca DAF, uma marca que ainda hoje representa.

Entrou cedo no negócio dos camiões, mas sonhava mais alto, e tornou-se empresário, como proprietário e representante da marca DAF. Criou a GSVI em 1989, e tudo em Toulouse. Começou com dez funcionários, e hoje é o responsável por 350 pessoas, e por um volume de negócios anual de 180 milhões de euros.

Parece fácil, mas só foi alcançado com sacrifício, trabalho e dedicação. A GSVI é concessionária da marca DAF para venda de veículos pesados novos, mas efetua também serviço de reparação, venda de peças e aluguer de camiões. A GSVI é uma referência em França, mas é também em Portugal. Não esquecendo as raízes e a origem lusitana, Mário da Ponte decidiu, em 2014, ser representante DAF na região centro e norte de Portugal.

Homem ligado ao associativismo, o espírito solidário corre-lhe no sangue. Faz por transmitir os mesmos valores da sua educação aos filhos e aos netos, na esperança de uma continuação com os valores e a ligação com Portugal. Valoriza o trabalho e o respeito por qualquer pessoa, independentemente da sua função na vida. Para si, ser português implica defender Portugal em todas as ocasiões.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com a exposição temporária "Antestreia"

 

O Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com uma exposição temporária intitulada “Antestreia”, dedicada à artista e com a curadoria de António Ponte. O Museu Carmen Miranda encontrava-se encerrado para obras de requalificação e ampliação.

Ler notícia

Quinta de Santoinho celebrou os 50 anos de existência com grande festa para o público

 

Festa e arraial minhoto: é assim há 50 anos. A Quinta do Santoinho está de portas abertas desde 1972. O Santoinho nasceu pelas mãos de António Cunha, empreendedor no setor do turismo e transportes, ao sentir a necessidade de englobar num só espaço as vivências e a cultura do Minho.

Ler notícia

Arte para todos os gostos: as opções da Feira Nacional de Artesanato, em Vila do Conde

 

Os jardins da Avenida Júlio Graça, em Vila do Conde, voltaram a encher-se de artesanato. É aqui que decorre a 44ª edição da Feira Nacional de Artesanato. Das rendas de bilros, a feira foi abrindo portas a outros artesãos. Hoje, são cerca de 200 expositores, com artesãos de todo o país, que mostram o que de melhor fazem, com diferentes matérias-primas.

Ler notícia