Portugueses de Valor 2022: Nomeada Maria da Conceição Silva
12 Aug, 2022 Última Actualização 11:55 AM, 8 Aug, 2022

Portugueses de Valor 2022: Nomeada Maria da Conceição Silva

 

Maria da Conceição Silva nasceu no Minho e foi viver para França com a família quando ainda era uma adolescente. A mãe era conhecida por “trabalhar mais depressa do que a máquina” numa fábrica em Vitry-sur-Seine e Maria herdou também esta determinação.

Com apenas 16 anos, quis sair da escola e ser autónoma. Depois de ler correctamente em voz alta um pequeno texto, foi trabalhar para uma gráfica nos arredores de Paris e, depois de casar, apoiou o marido, Ângelo da Silva, na criação de uma empresa. Como desde cedo mostrou inclinação para os números, tirou um curso de contabilista e começou a ajudá-lo nas contas.

Atualmente, detêm várias empresas, entre as quais se destaca a Alfyma, responsável pela realização, instalação e manutenção de transportadores, de triagem de bagagens, postos de inspecção de filtragem e integração de equipamentos de segurança para o sector da indústria aeroportuária. O nome Alfyma está espalhado pelo Aeroporto de Paris Orly, Charles de Gaulle, entre outros, e é uma referência neste ramo. Maria está encarregue da gestão financeira das empresas, todos os anos passam milhões de euros pelas suas mãos, mas desengane-se quem pensa que não continua igual à menina que deixou a aldeia de Vila das Aves, em Santo Tirso.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com a exposição temporária "Antestreia"

 

O Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com uma exposição temporária intitulada “Antestreia”, dedicada à artista e com a curadoria de António Ponte. O Museu Carmen Miranda encontrava-se encerrado para obras de requalificação e ampliação.

Ler notícia

Quinta de Santoinho celebrou os 50 anos de existência com grande festa para o público

 

Festa e arraial minhoto: é assim há 50 anos. A Quinta do Santoinho está de portas abertas desde 1972. O Santoinho nasceu pelas mãos de António Cunha, empreendedor no setor do turismo e transportes, ao sentir a necessidade de englobar num só espaço as vivências e a cultura do Minho.

Ler notícia

Arte para todos os gostos: as opções da Feira Nacional de Artesanato, em Vila do Conde

 

Os jardins da Avenida Júlio Graça, em Vila do Conde, voltaram a encher-se de artesanato. É aqui que decorre a 44ª edição da Feira Nacional de Artesanato. Das rendas de bilros, a feira foi abrindo portas a outros artesãos. Hoje, são cerca de 200 expositores, com artesãos de todo o país, que mostram o que de melhor fazem, com diferentes matérias-primas.

Ler notícia