Portugueses de Valor 2021: Nomeado Adelino Gonçalves
04 Aug, 2021 Última Actualização 8:59 PM, 4 Aug, 2021

Portugueses de Valor 2021: Nomeado Adelino Gonçalves

 

Adelino Gonçalves é natural da região da Beira Baixa, tendo nascido no ano de 1970 em Oleiros, pertencente ao distrito de Castelo Branco. Da sua infância só guarda boas recordações, pela liberdade que tinha nesse período. “Cresci e vivi num meio rural onde tínhamos muita liberdade, não havia internet, e usufruíamos de tudo o que tínhamos: liberdade e natureza”.

Adelino veio para estudar para Leiria com 15 anos e, aos 21 anos, foi para a Marinha Portuguesa cumprir o serviço militar. Após esse período, aos 22 anos, começou a trabalhar na área da recuperação de crédito para empresas de leasing. “Na altura, trabalhava para a Euroleasing, que era uma empresa do Banco do Fomento Exterior”. No ano seguinte começou a trabalhar por conta própria, estabelecendo-se de imediato. Cinco anos volvidos, criou a Avalibérica e para além da área da recuperação de crédito, entrou também na área das falências das empresas que entravam em quebra.

“Desde essa altura, a Avalibérica foi crescendo e, ao longo dos anos sofreu muitas alterações. Ela foi criada em 98, mas em 2010 vendi as minhas participações da empresa, ficando com o compromisso de ficar cá durante dois anos a fazer a passagem. Fiquei mais um, e no final desse ano perguntaram se eu pretendia recomprar. Na altura, recomprei 50% e fiquei com o meu sócio e hoje estamos aqui nesta atividade, mas pelo meio criamos outras sociedades, na área do investimento e na área do imobiliário”.

Adelino confessa que nunca foi um “rapaz de sonhos”, mas sim pessoas de metas. “E todas as metas que me tenho proposto, fui conseguindo alcançar todas. A minha principal meta e que tenho conseguido levar sempre para a frente é a que nunca ia ser empregado de ninguém. Desde os 22 que trabalho para mim próprio”. E esse seu espírito faz querer alcançar ainda muito mais. “Não estou minimamente satisfeito com o que já consegui. Pretendo fazer muito mais, evoluir nesta área de negócio onde estou, tenho muitos projetos de crescimento”.

Para si, há dois valores essenciais na vida: retidão e educação. Confessa que é um cidadão que poderia dar muito mais do que dá, mas ainda assim contribui ativamente para associações locais, festas e bombeiros e é, inclusive, um dos membros fundadores da associação Leiria Saudável. Para si, ser português significa ser um cidadão do mundo. “Somos muito patriotas, temos orgulho da nossa pátria. Estamos em todo o lado”. A mensagem que deixa a todos os portugueses é que sejam sempre eles próprios. “Façamos pelos outros aquilo que podemos fazer. Somos pessoas de valor, onde quer que estejamos, que deixemos a nossa marca”.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Sotaque à moda do Porto

 

Há quem diga que a pronúncia serve como uma espécie de GPS geográfico. Apontamos as coordenadas para a cidade do Porto e viajamos pelo sotaque mais carregado do norte. 

Ler notícia

'Descubra e viva uma experiência': CIM Douro cria passaporte para impulsionar turismo

 

O Museu do Douro, no Peso da Régua, serviu de pano de fundo para a apresentação oficial do “Passaporte do Douro”. ‘Descubra e viva uma experiência’ foi o slogan atribuído a este projeto da Comunidade Intermunicipal do Douro. O principal objetivo desta iniciativa é impulsionar o turismo do Douro após um longo período de quase estagnação provocado pela pandemia da Covid-19.

Ler notícia

Berta Nunes recebeu emigrantes na fronteira de Vilar Formoso

 

A Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, à semelhança do ano passado, marcou presença na fronteira de Vilar Formoso, numa receção aos emigrantes, inserida numa campanha de sensibilização de segurança rodoviária.

Ler notícia