Berta Nunes e o impacto da pandemia na diáspora: "Nada substitui o encontro com as pessoas"
03 Aug, 2021 Última Actualização 10:40 AM, 3 Aug, 2021

Berta Nunes e o impacto da pandemia na diáspora: "Nada substitui o encontro com as pessoas"

 

Berta Nunes é Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas desde 2019. Iniciou funções designando a “proximidade” como a sua máxima de trabalho. A chegada da pandemia de Covid-19 veio alterar os seus planos e a sua metodologia de ação. Numa grande entrevista à Lusopress, Berta Nunes falou sobre as dificuldades que a pandemia trouxe ao exercício das suas funções.

Apesar das limitações, mantém-se atenta aos problemas vividos nas comunidades, em especial o impacto que teve a pandemia para a diáspora portuguesa. Para além dos apoios ao movimento associativo português que constam do programa do Governo, agora surgiu um apoio extraordinário aos órgãos de comunicação social da diáspora. Segundo Berta Nunes, estes órgãos de comunicação desempenham um importante papel de ligação entre Portugal e as suas comunidades.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

'Descubra e viva uma experiência': CIM Douro cria passaporte para impulsionar turismo

 

O Museu do Douro, no Peso da Régua, serviu de pano de fundo para a apresentação oficial do “Passaporte do Douro”. ‘Descubra e viva uma experiência’ foi o slogan atribuído a este projeto da Comunidade Intermunicipal do Douro. O principal objetivo desta iniciativa é impulsionar o turismo do Douro após um longo período de quase estagnação provocado pela pandemia da Covid-19.

Ler notícia

Berta Nunes recebeu emigrantes na fronteira de Vilar Formoso

 

A Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, à semelhança do ano passado, marcou presença na fronteira de Vilar Formoso, numa receção aos emigrantes, inserida numa campanha de sensibilização de segurança rodoviária.

Ler notícia

Recorde a última entrevista de Otelo Saraiva de Carvalho à Lusopress

 

Otelo Saraiva de Carvalho, militar e estratego do 25 de Abril de 1974, morreu hoje de madrugada aos 84 anos, no hospital militar, disse à Lusa Vasco Lourenço, presidente da Associação 25 de Abril.

Ler notícia