Freixo Festival Internacional de Literatura premeia sete escritores da Lusofonia
12 Aug, 2022 Última Actualização 11:55 AM, 8 Aug, 2022

Freixo Festival Internacional de Literatura premeia sete escritores da Lusofonia

O Freixo Festival Internacional de Literatura (FFIL) vai premiar os escritores Sidney Rocha, do Brasil, e Olinda Beja, de Santo Tomé Príncipe, que se juntam a cinco escritores lusófonos anteriormente anunciados, indicaram hoje os promotores da iniciativa.

Os nomeados para a edição de 2020 do FFIL são Raul Calane da Silva (Moçambique), Lopito Feijóo (Angola), Tony Tcheka (Guiné-Bissau), Jorge Carlos Fonseca (Cabo Verde), Olinda Beja (São Tomé e Príncipe) Sidney Rocha (Brasil) e Ana Luísa Amaral (Portugal). "O FFIL oficializa assim a entrega do prémio literário Guerra Junqueiro nos sete países da Lusofonia, onde o português é a língua oficial", indicou à Lusa a curadora do prémio, Avelina Ferraz, da editorial Novembro.

Segundo os promotores da iniciativa literária, que junta o município de Freixo de Espada à Cinta e a Editorial Novembro, a promoção de uma comunidade lusófona contribui de forma decisiva para o desenvolvimento individual e coletivo, material e intelectual.

Por seu lado, a presidente da câmara de Freixo de Espada à Cinta, Maria do Céu Quintas, disse que “se vivem tempos muito sensíveis e mais do que nunca [é preciso] apoiar a cultura e escrita e falada em português”. "O FFIL já é um movimento cultural de referência para a região, onde a vida e obra de Guerra Junqueiro assumem um papel de relevo", vincou Maria do Céu Quintas.

O FFIL tem início no dia 24 de julho com a entrega do Prémio Literário Guerra Junqueiro à poetisa Ana Luísa Amaral, num espaço "mais intimista e de acesso condicionado", que decorrerá no jardim do Museu da Seda e do Território. Esta quarta edição vai oficializar a realização do FFIL Lusofonia, que terá lugar em novembro deste ano, caso a evolução da pandemia o permita, em Cabo Verde.

Para assinalar "este momento solene", Freixo de Espada Cinta contará com a presença secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, do embaixador da República de Cabo Verde em Portugal, Eurico Correia Monteiro, e da embaixatriz Manuela Jorge Brito, em representação do município da Cidade da Praia. "Pensar no projeto FFIL Lusofonia é enaltecer a defesa e a valorização da língua portuguesa como património cultural imaterial. Queremos abordar o português de hoje através de uma visão mais ampla, com o devido valor atribuído à dimensão regional ou local", concretizou Avelina Ferraz.

O evento, este mês, inclui também uma conversa com os escritores Lídia Praça e José Manuel Barata-Feyo, na praia fluvial da Congida. Este encontro está marcado para as 11:00 do dia 25 de julho. O prémio literário tem sido atribuído desde 2017, no âmbito daquele festival, que se realiza na terra natal do escritor Guerra Junqueiro. Em 2017 o prémio foi atribuído ao poeta Manuel Alegre, em 2018 ao poeta Nuno Júdice e, em 2019, a José Jorge Letria.

FONTE: LUSA

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Outras Notícias

Temporada Cruzada Portugal França atravessa Lisboa e entra nos Maus Hábitos no Porto

A residência das artistas Leonor Parda e Aliha Thalien, no Porto, e a 'performance' “Lisboa Crossing”, da dupla boijeot.renauld, a decorrer nas ruas da capital, realizam-se em agosto, no âmbito da Temporada Cruzada Portugal-França.

Ler notícia

Lusitanos de Saint-Maur apresentou-se para a época 22/23 com novidades

O Lusitanos de Saint-Maur, clube representativo da comunidade portuguesa, apresentou-se para a época 2022/2023 com muitas caras novas e cheio de ambição.

Ler notícia

Festival Amadora BD 2022 será dedicado à relação Portugal-França

O próximo festival Amadora BD, em outubro, será dedicado à relação entre Portugal e França e contará, pela primeira vez, com um espaço dedicado aos videojogos, revelou a organização.

Ler notícia

Vilar Formoso tem “photopoint” na fronteira para atrair emigrantes e turistas

A Associação Territórios do Côa e o município de Almeida inauguraram um ‘photopoint’, na fronteira de Vilar Formoso, para que emigrantes e turistas passem pela vila, agora que a entrada em Portugal é feita por autoestrada.

Ler notícia

Consulado Geral de Portugal em Bordéus reduz tempo de espera de documentos para metade

O cônsul-geral de Portugal em Bordéus, Mário Gomes, diz que o tempo de espera para uma marcação de renovação do cartão de cidadão é agora de mês e meio, esperando que o centro de atendimento telefónico fique ativo para esta região até ao final de 2022.

Ler notícia